Funções do Locutor

  • Funções do Locutor
    No rádio não existem relações mais interligadas do que locutor e ouvinte. É fácil de entender. As músicas que tocam, as notícias, os eventos, promoções e shows que se divulgam e até mesmo os comerciais que se veiculam são direcionados ao nosso ouvinte. Uma rádio comercial não sobrevive sem audiência. Existe a necessidade do locutor, independente da segmentação ou direcionamento do público alvo a que ele se propõe conquistar, ser cativante e carismático no ar. Em uma emissora voltada ao radiojornalismo, por exemplo, desperta a preferência do ouvinte com opiniões bem elaboradas, idéias inteligentes e bem construídas junto a comentários bem formulados. Já nos programas de entretenimento tanto no AM como no FM existe a necessidade de você ser intensamente agradável no ar, pois são milhares de ouvintes a ligar o rádio para se divertir e se informar.

    LOCUTOR DE FM
    Os estilos de comunicação no FM variam conforme o estilo da emissora. A locução no FM é direcionada a um público que tem suas preferências na programação musical e não no locutor em si. O grande destaque vai para a programação musical da emissora e não para o apresentador. Talvez isto ocorra devido a influência da própria proposta do seu surgimento no Brasil, tendo como primeira emissora a Rádio Imprensa Fm, no Rio de Janeiro em 1956 e em São Paulo em 1973. Veja em Cronologia do Rádio. O FM teve muitas mudanças em seu estilo, até chegar o que é hoje.

    LOCUTOR DE AM
    Iguais ao FM, os estilos de locução também mudam conforme a segmentação da emissora. A locução no AM exige do profissional de locução um maior preparo, pois, ele fala bem mais do que no FM. Sua postura é mais próxima ao ouvinte. Seja numa emissora popular onde sua característica é o entretenimento, ou numa outra, onde o jornalismo seja seu segmento, o locutor é mais “amigo” do ouvinte. Por isso que você, ao ouvir uma emissora no AM, vai observar profissionais mais maduros e experientes, pois além do trabalho ser mais complexo, exige muito mais habilidade do comunicador.

    LOCUTOR ESPORTIVO
    É o locutor que narra partidas esportivas, faz comentários dos lances dos jogos e entrevista jogadores e atletas. Sua locução deve ser vibrante, cheia de entusiasmo e bastante precisa, pois a velocidade da narração no esporte é acelerada, diferente dos demais tipos de locução no rádio. O locutor vai tratar de assuntos que acontecem com muita velocidade, ou seja, noticia o resultado de partidas e eventos esportivos que acontecem simultaneamente ao redor do planeta. O comunicador pode estar narrando uma partida de futebol por exemplo, e comentando no intervalo da mesma, os resultados de outras modalidades esportivas, como fórmula 1, iatismo ou vôlei. Um narrador esportivo deve dominar os aspectos técnicos de cada modalidade esportiva, desenvolvendo um conhecimento geral e detalhado do esporte em si. A transmissão esportiva é carregada de comentários de improviso, que só serão bons na opinião do ouvinte se você dominar bem o assunto.

    LOCUTOR de TELEJORNAL
    Hoje se confunde com o repórter. Não existe mais o apresentador “boneco”. Agora ele apura, edita, vai pra rua e pesquisa. Depois vai para a maquiagem e entra no ar. Uma rotina de trabalho intenso na redação. O apresentador de telejornal deve ter carisma e calma para transmitir notícias.

    LOCUTOR NOTICIARISTA
    Chamamos este profissional de Locutor Noticiarista, pois é ele quem lê e interpreta as notícias escritas por um redator. Sua voz deve passar credibilidade e segurança para os ouvintes. Este profissional pode apenas apresentar jornais falados, como também opinar à respeito dos assuntos apresentados ( desde que seja formado em Jornalismo ). Nesta hora deve demonstrar conhecimento e segurança na abordagem do assunto, pois o rádio representa credibilidade e verdade. Para se tornar um bom profissional da notícia, você precisa ler muito, acompanhar tudo o que acontece no mundo da notícia; em outras palavras deve antenar-se no mundo. O locutor deve transmitir certeza, segurança e credibilidade ao falar. Seja no texto lido ou na notícia comentada, você deve passar convicção em sua locução

    LOCUTOR REPÓRTER
    Este profissional se apresenta dentro de programas de notícias, reportagens gravadas ou ao vivo, geralmente com autoridades públicas, músicos, artistas, esportistas ou pessoas que sejam notícia. Sua participação dentro de um programa de rádio pode ser através de entradas gravadas ou ao vivo por telefone. O repórter aéreo decola de helicóptero para informar as condições do trânsito.

    LOCUTOR COMERCIAL
    É o locutor que grava os comerciais que você ouve no rádio. Importante dizer que um locutor ao realizar um comercial no rádio utiliza-se de técnicas bem diferentes das utilizadas para apresentar seu programa no ar. A locução vai exigir uma colocação diferente na sua modulação de voz, uma quebra nos ritmos e uma extrema naturalidade na interpretação do texto. Seria o mesmo que dizer que a maioria dos comerciais são em ritmo de conversa e não de leitura. Existem inúmeros profissionais do rádio que optaram por dedicar-se exclusivamente à locução comercial. Além dos ganhos serem muito mais significativos, o locutor tem um mercado bastante vasto à se explorar, que vai desde a narração de vídeos empresariais, passando pela gravação de comerciais para televisão, até ser um contratado exclusivo de determinado produto ou campanha publicitária.

    OUTRAS FUNÇÕES NA LOCUÇÃO
    Chamadas para Rádio e TV , Documentário para TV aberta ou à cabo, Espera Telefônica, Narração de Sites, Locução para peças de Teatro, Locução para Máquinas automáticas, Locução para Supermercados e lojas, Rádio Comunitária, Rádio na Internet, Apresentação de eventos, Festas e afins, …

    EmailShare

   ©2014 • Escola de Rádio ® - Marca Registrada | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por WEBRG Consultoria em TI.