A Globo anunciou sua nova estrutura para 2022, consequência da chegada de Paulo Marinho à presidência da empresa, programada para fevereiro e em substituição de Jorge Nóbrega. Erick Bretas, atual diretor de Produtos e Serviços Digitais, área responsável pela gestão do Globoplay, passará a liderar também os Canais por Assinatura, Negócios Internacionais, a Globo Filmes e a VIU Hub (social media). A diretoria de Canais da Globo, ocupada por Paulo Marinho desde 2020, concentrando todos os canais lineares e afiliadas, deixará de existir. Já Amauri Soares, hoje à frente da TV Globo, assumirá o comando também da rede de afiliadas. Pedro Garcia, diretor de Aquisição e Governança de Direitos, vai incorporar a área de Ciclo de Vida de Conteúdos, que cuida da circulação estratégica dos conteúdos entre as diferentes janelas e plataformas da empresa.

De acordo com a Globo, a evolução do modelo organizacional já estava prevista e passa a valer a partir de fevereiro do ano que vem. Esta evolução “respalda a jornada de transformação digital da Globo, reforçando o valor da TV aberta e a consolidação da estratégia de relacionamento direto com o consumidor (D2C)”. Outros desdobramentos da estrutura serão feitos ao longo do primeiro semestre de 2022.

Com isso, a partir de fevereiro, responderão diretamente a Paulo Marinho e a compor o board dos Centros de Resultado da Globo:
* Amauri Soares, liderando a diretoria da TV Globo e Afiliadas;
* Erick Bretas, à frente de Produtos Digitais e Canais Pagos;
* e Manzar Feres, diretora de Negócios Integrados em Publicidade.

Estarão ao lado dos diretores do núcleo de Operações Core da Globo:
* Ali Kamel, diretor de Jornalismo;
* Ricardo Waddington, diretor de Entretenimento;
* Renato Ribeiro, diretor de Esportes;
* Raymundo Barros, diretor de Estratégia e Tecnologia;
* e de Pedro Garcia, diretor de Aquisição e Governança de Direitos.

Integram ainda o board da empresa, nas diretorias de Gestão Corporativa:
* Paulo Tonet, responsável pelas Relações Institucionais;
* Claudia Falcão, diretora de Recursos Humanos;
* Manuel Falcão, à frente de Marca e Comunicação;
* , e Manuel Belmar, diretor de Finanças, Jurídico e Infraestrutura, que ficará responsável ainda pela articulação da agenda ESG na empresa.

 

Fonte Tela Viva