Mais de 500 bombeiros estão atuando nas buscas por desaparecidos e no apoio às vítimas. Diante do grande volume de água, a Defesa Civil municipal acionou o Estágio de Crise. A prefeitura decretou estado de calamidade pública e luto oficial de três dias. A orientação das autoridades municipais é para que as pessoas só saiam de casa quando for essencial e que os desabrigados e moradores de áreas de risco procurem os pontos de apoio criados para o acolhimento. Vinte e cinco escolas foram designadas para recebê-los.

O governador disse esperar que, até a próxima semana, seja concluído o atendimento de todas as famílias desabrigadas, para que comecem a receber o aluguel social e o cartão Recomeçar, benefício destinado para ajuda na compra de móveis e equipamentos domésticos. Ele afirmou, no entanto, que o aluguel social é um paliativo e que o programa habitacional Casa da Gente deverá dar prioridade para pessoas que vivem em áreas de risco.

O governo fluminense determinou o deslocamento de bombeiros da capital e colocou oito ambulâncias e dez aeronaves a serviço da cidade para atuar no socorro de eventuais vítimas.

O Ministério da Defesa, através do Comando Conjunto Leste, também anunciou o emprego de tropas, viaturas e equipamentos especializados para auxiliar os trabalhos na cidade. Uma zona de pouso para helicópteros envolvidos na operação foi preparada em um campo do futebol do 32º Batalhão de Infantaria Leve de Montanha (32º BIL Mth), sediado na região.

O ginásio da Universidade Católica de Petrópolis (UCP), no bairro do Bingen, tornou- se ponto de apoio. No local, a prefeitura montou uma base para reunir os equipamentos e caminhões que estão sendo utilizados nas operações na cidade.

Além do governo estadual, municípios vizinhos também se uniram em ações de apoio. Integrantes da Defesa Civil de Vassouras, São João de Meriti, Areal e Araruama foram liberados para se unirem, de forma voluntária, aos trabalhos.

Doações

Governos e instituições estruturaram variados pontos para recebimento de doações às vítimas da catástrofe na capital. Estão sendo aceitos roupas, kits de higiene pessoal, cobertores, colchões e colchonetes, travesseiros, toalhas, alimentos e água.

Onde doar no Rio de Janeiro

Todos os batalhões da Polícia Militar e as bases do Segurança Presente estão reunindo donativos.

Também são bases as unidades da Faetec, do Cecierj, do Cederj e as escolas da Rede Ceja.

Águas do Rio e a Prolagos, concessionárias de serviços de saneamento, recebem doações em 46 lojas em todo o RJ.

Alerj recebe doações na Rua da Ajuda, nº 5, no Centro do Rio.

A Uerj arrecada doações, que podem ser entregues em um dos campus da universidade, exceto Petrópolis.

Zona Sul

  • Sede do Fluminense, em Laranjeiras
  • Sede do RioSolidário: Travessa Euricles de Matos 17, em Laranjeiras
  • Sede do Flamengo, na Gávea
  • Sede Náutica do Vasco, na Lagoa
  • Paróquia São José da Lagoa: Avenida Borges de Medeiros, nº 2.735
  • Botafogo Praia Shopping
  • Rio Design Leblon
  • Posto da PF no RioSul
  • Posto da PF no Shopping Leblon

Zona Norte

  • Estádio do Maracanã
  • Estádio Nilton Santos, no Portão 2, no Engenho de Dentro
  • Estádio de São Januário, em São Cristóvão
  • Prefeitura Universitária da UFRJ: Praça Jorge Machado Moreira 100, na Ilha do Fundão
  • Shopping Tijuca: Av. Maracanã 987, 1º piso e SAC (G2)
  • NorteShopping: Av. Dom Hélder Câmara 5474, Cachambi, Espaço Cliente, 2º piso
  • Shopping Nova América
  • Madureira Shopping
  • Shopping Boulevard
  • Centro Luiz Gonzaga de Tradições Nordestinas, em São Cristóvão
  • Igreja Metodista de Vila Isabel: Boulevard 28 de Setembro, 400
  • Escola de Samba Em Cima da Hora: Rua Zeferino Costa 556, Cavalcanti
  • No domingo (20), o grupo de ciclismo Pedal do Maracanã recolhe donativos das 8h às 12h na Estátua do Bellini

Centro

  • Câmara de Vereadores, na Cinelândia
  • Posto da PF no Santos Dumont
  • Sede da OAB: Avenida Marechal Câmara, 210
  • Sede da Ação da Cidadania: Rua da Gamboa, 246, Santo Cristo
  • Sede da Cedae: Avenida Presidente Vargas, nº 2655
  • Sede da Seap, na torre da Central do Brasil
  • Sede da Superintendência da Polícia Federal, na Praça Mauá
  • Sede da ACRJ – Rua Candelária, nº 9 – Centro – no hall de entrada, de 10h às 16h

Zona Oeste

  • Rio Design Barra
  • Projeto social Brasil Sem Alergia em Realengo: Avenida Santa Cruz, 1896
  • Quadra da Unidos de Padre Miguel: Rua Mesquita, 8

Onde doar na Baixada Fluminense

  • Projeto social Brasil Sem Alergia em Duque de Caxias: Rua Conde de Porto Alegre 155, bairro 25 de Agosto, e Praça da Mantiquira, em Xerém
  • Projeto social Brasil Sem Alergia em Nova Iguaçu: Rua Iracema Soares Junqueira 224, Centro
  • Estação de Tratamento do Guandu: Rua Coqueiros 142, Nova Iguaçu

Onde doar em Niterói

  • Plaza Niterói: Rua XV de Novembro 8, Centro: SAC, 2º piso, e entrada principal

Onde doar em Teresópolis

  • Cedae: Avenida Feliciano Sodré 848, Várzea
  • Cultura Inglesa: Av. Lúcio Meira, 621 – Várzea

Onde doar em Petrópolis

  • Centro de Cultura de Pedro do Rio
  • Centro de Defesa de Direitos Humanos, no Centro
  • Centro de Defesa dos Direitos Humanos: Rua Monsenhor Barcelar 400, Centro
  • Igreja Batista Atitude: Rua Quissamã 777
  • Igreja Católica de São Francisco de Assis: Rua João Xavier, Moinho Preto
  • Igreja Lagoinha, no Quitandinha
  • Igreja Metodista Central, na subida da Rua Teresa
  • Igreja Missões Evangelística Vinde Amados Meus: Rua Bernardo de Vasconcelos 604 , Cascatinha.
  • Igreja Semeando Avivamento: Rua Dr. Thouzet 10, Quitandinha
  • OAB: Rua Marechal Deodoro 229, sobreloja, Centro
  • Pronto Socorro do Alto da Serra: Rua Teresa 1.839, Alto da Serra
  • Shopping Tarrafas, em Itaipava

Fonte: Agência Brasil e G1