Dois repórteres da TV Globo foram agredidos por um homem, com uma corrente de metal e um cachorro, durante a gravação de uma reportagem sobre a feirinha da madrugada, no Brás, em São Paulo, na tarde de quarta-feira (2/3). Renato Biazzi e Ronaldo de Souza foram alvos de xingamentos e golpes de corrente, além de serem ameaçados pelo animal.

“Este homem, que segurava um cachorro amarrado a uma corrente, se aproximou e começou a xingar os repórteres que faziam imagens no local. Um golpe acertou a mão do repórter cinematográfico Ronaldo de Souza. Ele está bem, mas terá que fazer uma cirurgia”, disse Alan.

O jornalista também afirmou que a motivação do homem não foi revelada. Em 2021, o telejornal SP1 veiculou uma reportagem em que revelava a interferência de milicianos no bairro, que atuam no controle de venda de produtos piratas, exploram vendedores e chegam a ter até mesmo o conhecimento dos dias das operações de fiscalização feitas pela Prefeitura de São Paulo. Após a notícia, a polícia da cidade investiga o caso.

Temos visto inúmeros caso de violência contra jornalistas que estão fazendo seu trabalho.

Para quem tiver mais interesse sobre essa triste realidade segue o relatório de 2021 da FENAJ (Federação Nacional dos Jornalistas) – BAIXE AQUI

Fonte: Correio Braziliense e FENAJ